Aborto: ruím para a mulher, pior para o bebê.

É mais um tema legal de se falar: Aborto.

Concordo quando o governo diz que o Aborto é um problema de saúde pública e que é preciso tomar providências, mas discordo totalmente dos critérios desta triste constatação.

O Aborto no Brasil é crime e só é permitido em caso de estupro e  ou risco de morte para a mãe. Mas todos os anos milhares de mulheres dão entrada no SUS para se tratar de abortos espontâneos (caso em que não é provocado) e abortos inseguros . Segundo  o próprio governo  este número é preocupante, só em 2004 foram 243.988 mulheres atendidas nestes casos. Isso sem contar aquelas que fazem aborto em clínicas clandestinas ou em fundos de quintal por ai.

O risco de morte para a mãe é grande quando se faz um aborto ainda mais clandestino e essa é uma grande preocupação de toda a sociedade. Coisa justa! Mas e o bebê, quem o defende? Se o risco de morte para mãe é grande, para o bebê é certo. Isso quer dizer que cada aborto é uma assassinato de um inocente incapaz de se defender. É preciso defender também o bebê e não só a mãe.

Há muitos casos em que médicos oferecem o aborto como solução para uma gestação em que o bebê vai nascer com má formação e pode não viver muito fora do útero, ou mesmo ter problemas o resto da vida. E isso legitimaria assassiná-lo? Só porque não fala? Só porque não ouve? O que os olhos não vêem o coração não sente?

Aborto é problema de saúde pública SIM, mas antes, é um problema MORAL! O fato de não considerar a vida intrauterina só porque ela não é desejada é um problema moral que afeta as raízes da raça humana. A constituição do Brasil garante o direito à saúde para todo cidadão, mas o nascituro não é cidadão ainda… Por isso o bebê sempre morre sem direito a defesa, sem direito à saúde, sem direito à velório sem ser defendido por sua própria mãe.

Aliás, a única pessoa que pode acabar com esta matança é você, mãe! Acabar com a matança das crianças e das mães causadas pelo aborto  ” inseguro”, nome suave usado pelo governo para não colocar peso na consciência de quem mata o próprio filho antes mesmo dele nascer. É duro ouvir isso? Pior é morrer por causa disso!

É duro engravidar do namorado ou da aventura de uma noite de balada, você não esperava, mas aconteceu. É duro ficar grávida e estar ou ficar desempregada. É duro ficar grávida e não ser acolhida por niguém da família. É duro… Mesmo tomando medicamentos contraceptivos… É duro ficar grávida sendo tão jovem. É duro receber a notícia de que seu bebê vai nascer com problemas de saúde…

Nós humanos deveríamos fazer de tudo para salvar vidas mais ainda se tratando de nossos filhos. Acredito que para uma mulher chegar ao ponto de cometer um aborto, é sinal de que algo está muito errado, algo tão sério que afeta as raízes da humanidade, algo que vai de encontro à nossa história, à sua história, já que todos nós nascemos e não fomos abortados.

Será que você realmente já tentou tudo, tudo mesmo para resolver o seu problema? A única solução realmente é o aborto? E o que o aborto vai solucionar? Seu problema de consciência? Seu futuro comprometido pela gravidez?

Não importam os motivos da mãe, eles jamais levam em conta a vida do bebê…

Quanto à gravidez “indesejada”, é outro problema moral, que por sua vez é a maior causa da procura pelo aborto. Segundo a OMS, metade das gestações é indesejada. Mas isso é um assunto para outra matéria.

Deixo algumas fotos de vítimas de aborto não assistidas… Talvez alguém evite mais mortes inocentes.

Este último bem que tentou reagir…

Só depende de você, mãe…

Salve vidas, salve nossas crianças, salve nosso futuro!

EXPRESSE SUA OPINIÃO: VOCÊ É À FAVOR DO ABORTO OU CONTRA? DEIXE NO COMENTÁRIO.

Anúncios

Um desafio que deu certo!

Neste mês dedicado ao Sagrado Coração de Jesus, queremos comemorar junto com você que faz parte da Família Canção Nova o 1° ano do nosso Blog!!!

São muitos os acesos a cada mês (no último mês foram 3.710) de pessoas de longe e de pessoas de perto que conhecem nossa vida missionária e querem aprender mais. Pessoas que passam por muitas dificuldades na família e pedem orações, pessoas que querem aprender mais sobre a Palavra de Deus, que querem conhecer saber mais sobre a eficácia do método Bilings, pessoas que comungam dos nossos valores e até mesmo pessoas que acessam por curiosidade e percebem a diferença de tantos outros blog’s, e vão assim se deixando conquistar.

Agradecemos os irmãos internautas, saber que estamos contribuindo para a sua formação nos deixa muito felizes na nossa missão de evangelizar. Sempre que passar por aqui deixe seu comentário ou mande um e-mail.

Celebremos este primeiro ano de Blog!

Você pode nos ajudar a ser melhores deixando sua sujestão de matéria que poderíamos postar. E claro: divulgue!

Um grande abraço do casal missionário e futuros papais.

Já pensou em mudar?

Não existe árvore boa que dê frutos ruins

Talvez você já tenha escutado esta expressão: “Se conhece a árvore pelos frutos”.



Trata-se de, à luz de Deus fazer um exame de consciência para refletir que tipo de árvore eu estou sendo e, que tipo de frutos eu estou produzindo. Não é uma tarefa fácil.

Essa refexão me tocou profundamente e eu disse para mim mesma:

Os frutos que produzo são frutos bons ou ruins?

E como perceber isto na minha vida?

Bom, você pode começar por aquelas pessoas que estão bem próximas. Pergunte a elas o que dizem de você?

Para refletir: Podemos nos comparar as árvores do campo. Observe uma árvore bonita e frondosa: seus frutos suculentos, a sombra que ela proporciona, suas folhagens verdejantes, o frescor… Todos querem usufruir daquilo que ela pode oferecer de bom. O que temos de bom devemos colocar a serviço.

De outra forma, ninguém se aproxima de uma árvore que não tem nada de bom para oferecer: seus frutos são azedos, sua folhagem murcha.

Talvez seja isso que esteja acontecendo com você, sua vida está azeda, sem cor, você já não sorri, as pessoas já não se aproximam de você…

Mas isso pode mudar:

Comece a oferecer ao seu semelhante o que tem de bom dentro de si.

Creia que há um Deus que o ama de verdade.

Através da oração, seus frutos de conversão renascerão. Tente…!

Peçamos juntos:

Senhor, dá-me um novo coração, atitudes renovadas pelo dom do Vosso Espírito Santo, pois percebo que, muitas vezes os meus frutos são azedos e sem atrativo nenhum, quero e preciso ser uma árvore boa, pois o adubo está sendo colocado, que é a Santa Eucaristia e a Tua Santa Palavra, Sendo assim, eu preciso corresponder.

Perdoai-me Senhor, pelo tempo perdido, a partir de hoje, quero recomeçar.

Em Ti posso dar frutos bons.

Bendito sejas, amém!