A Canção Nova é uma fábrica de santos


“Ide e proclamai a Boa Nova!”

É uma Palavra de ordem de nosso Senhor para áqueles que se sentem chamados a gastar a vida pela salvação das almas. Eu senti esse impulso do Espírito Santo em meu coração há algum tempo atrás. Disse “sim” ao seu chamado e renovo o mesmo “sim” todos os dias.

Ingressando na Comunidade descobri que a Canção Nova é uma fábrica de santos!

Foi aqui que me encontrei. Como disse Santa Terezinha: “Encontrei meu lugar na Igreja”. É lindo saber que não me pertenço mais, minha vida pertence a Deus e que ser santo, implica em renunciar todos os dias nossas próprias vontades.

Vi, que nas Sagradas Escrituras todas as aparições de Jesus Ressuscitado terminam com uma declaração apostólica. Na aparição a Maria Madalena, Jesus diz: “Não me detenhas…” Vai ter com os meus irmãos e diz-lhes que vou subir para meu Pai e vosso Pai (Jo 20,17); às outras mulheres diz: “Ide dizer a Meus irmãos, que partam para a Galiléia e lá me verão (Mt 28,10). Os discípulos de Emaús, mesmo sem terem recebido ordem semelhante, sentem-se impelidos a regressar a Jerusalém para contar aos onze “o que tinha sucedido”(Lc 24,35). Segundo São Marcos que refere

em síntese, tais aparições, estas mensagens foram recebidas com certa desconfiança: os discípulos “não acreditaram”. Também São Lucas, referindo-se á mensagem das mulheres, afirma que “as suas palavras pareceram-lhes um desvario e eles não acreditaram nelas”(Lc 24,11).

São Marcos contando sinteticamente a aparição de Jesus aos onze, adverte precisamente esta resistência dos discípulos e acreditarem naqueles que O tinham visto ressuscitado” (Mc16,14). Esta repreensão já a tinha feito Jesus aos discípulos de Emaús : “Ó gente sem compreesão e de espírito

lento para acreditar” (Lc.24,25); justificada pelo fato de que Ele mesmo lhes tinha anunciado, em várias ocasiões, tudo o que iria acontecer, é mais uma prova de que a fé dos Apóstolos na Ressurreição não nasceu de um momento de exaltação religiosa, mas estava fundamentada numa experiência pessoal, segundo a qual um podia afirmar ter sido testemunha presencial do acontecimento.

Só depois de ver garantida a firmeza de sua fé, Jesus dá aos seus discípulos o grande mandamento: “Ide pelo mundo e proclamai a Boa Nova a todas as criaturas” (Mc 16,15).  Agora que já receberam do Ressuscitado todas as provas da realidade da Sua ressurreição ficou completa a “Boa Nova” da salvação universal realizada por Cristo e esta deve ser difundida aos quatro cantos do mundo, sobretudo aos batizados que não são evangelizados. É por isso que a Canção Nova existe.

Quanto a mim, não quero ser santa pela metade.

Venha conosco, saiba como fazer parte desta fábrica de santos que é a Canção Nova.

Acesse o nosso site vocacional!

Com carinho e orações,

Maria Rosângela

Comunidade Canção Nova.

 

 

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s