Arquivo de etiquetas: Presépio

Natal do presépio.

20131218-095750.jpg

O Natal é mais que um tempo de confraternização e troca de presentes. E muito mais do que papai Noel. Aliás, esta figura criada sobre o testemunho de São Nicolau, o verdadeiro “bom velhinho” que distribuía às famílias pobres nas noites congeladas de natal bem mais que “presentes”, mas alimento, se tornou um dos inimigos da espiritualidade do Natal.

Sem presépio não tem natal de verdade. Toda família cristã deveria ter um presépio em casa antes de qualquer outro símbolo. Pois nada traduz melhor esta maravilhosa notícia para a humanidade.

Nasceu um menino em Belém, o Salvador, não só dos cristãos mas de todas as pessoas !

Dar presentes para o cristão é mais do que bajulação, vaidade ou mesmo a ‘caridade’, porque sem considerar que Jesus habita no coração, na essência de cada pessoa, o caridade é simplesmente assistencialismo.

Então o que é presentear alguém no natal para o Cristão?

É presentear a pessoa vendo além do que ela é por fora ou do que possuí em bens, de sua religião ou outras preferências. É ter a consciência de que ali está a imagem e semelhança de Deus, e este mesmo Deus, no Natal, se fez um de nós, porque nos ama, com amor de predileção.

Se os reis magos do Oriente viajaram de tão longe para ver o salvador que havia nascido e lhe trouxeram presentes, nós, que o conhecemos e fomos resgatados por seu amor, o que não faremos neste dia especial?

O presépio é a simplicidade um rei. Rei do universo que não tinha lugar para nascer, não tinha ceia, mas celeiro, não tinha uma cama mas palhas de um estábulo.

Por isso, não se preocupe com a simplicidade de sua ceia de natal porque para Jesus faltava tudo mas não faltava o essencial que é o amor de sua família e de Seu Pai do céu.

Os maiores e melhores presentes de natal sempre são os mesmos: união e unidade, amor e carinho, perdão e reconciliação, alegria e simpatia, acolhimento e simplicidade…

Nenhum deles se compra, mas todo mundo quer, todo mundo precisa. Imagine um Natal sem eles!? Imagine o malhor presente que se possa comprar sem eles!?

Mas uma coisa é impossível de imaginar: o presépio sem Natal e um Natal sem presépio.

Feliz Natal!